This website uses cookies. By navigating around this site you consent to cookies being stored on your machine

Brasil - Mar

Mar

Amazonas Brazil sea trials
Conferimos proteção e segurança aos recursos naturais do Brasil com o fornecimento de três Navios de Patrulha Oceânica (NPO) e o correspondente treinamento da tripulação à Marinha Brasileira. Além disso, estabelecemos ligações históricas na área de canhões navais

NAVIOS DE PATRULHA OCEÂNICA PARA A MARINHA BRASILEIRA

A Marinha Brasileira assinou um contrato, no valor de £133 milhões, com a BAE Systems,para o fornecimento de três Navios de Patrulha Oceânica e os respectivos serviços de suporte
Mar

A AQUISIÇÃO DESTES TRÊS NAVIOS DE PATRULHA OCEÂNICA DA BAE SYSTEMS SÃO UMA IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO À NOSSA CAPACIDADE DE PROVER SEGURANÇA E PROTEÇÃO ÀS ÁGUAS JURISDICIONAIS DO PAÍS E DE CUMPRIR AS NOSSAS OBRIGAÇÕES DE AUTORIDADE MARÍTIMA DO BRASIL

Contra-Almirante Francisco Deiana

, Diretor de Engenharia Naval da Marinha Brasileira

CANHÕES NAVAIS

 
Temos uma longa experiência no suprimento às Forças Armadas Brasileiras de sistemas de canhões navais, em cooperação com a indústria brasileira
 
Esta tradição remonta à concessão de uma licença para a produção do Sistema de Canhão L/60 de 40 mm, nos anos 50. E prosseguiu com a produção de sistemas de canhão L/70 de 40 mm para a Marinha, o Exército e o Corpo de Fuzileiros Navais do Brasil, na década de 80, e mais recentemente, incluiu os Sistemas de Canhão 40 Mk3 para o programa de modernização da fragata Niterói da Marinha, entre 1995 e 2001.
 
Um total de 75 canhões de 40 mm já foram fabricados e vendidos ao Brasil (incluindo peças estratégicas como tubos-alma, montagem  e  testes finais).  Hoje, estamos no processo de iniciar  à transferência de tecnologia para empresas brasileiras para a produção, no Brasil, de nossos canhões navais de 40 mm e 57 mm, assim como de nossas Estações Remotas de Armas.  Para esta finalidade, criamos um Grupo Brasileiro de Produção de Canhões e estamos buscando desenvolver relações com empresas brasileiras para tratar de certas áreas de tecnologia/produção.

40 MK4

 
O sistema de canhão naval Bofors 40 Mk4 é vital para a defesa contra navios inimigos, pequenas lanchas rápidas, aeronaves, helicópteros e alvos costeiros
Canhão Naval 40Mk4
Canhão Naval 40Mk4
Estamos trabalhando com a indústria e a Marinha do Brasil para oferecer um pacote de navios militares, ajustado às necessidades brasileiras.  O sistema de canhão naval Bofors 40 Mk4 foi projetado para atender a esta demanda.  Seu baixo peso e suas dimensões compactas se associam a um alto poder de fogo de longo alcance.  É capaz de rapidamente passar de um tipo de munição otimizada para outro, inclusive para a munição 3P programável de 40 mm, utilizada para todos os tipos de alvos.  Esta qualidade proporciona uma grande flexibilidade tática e operacional, além de uma excepcional capacidade de sobrevivência, conferindo aos navios uma vantagem em toda espécie de conflitos.
 
Resposta rápida e flexível
O canhão Bofors 40 Mk4 pode ir da condição de alarme para a de destruição, em menos de 0,5 segundos.  A munição 3P pode ser programada visando um efeito otimizado contra qualquer tipo de alvo, incluindo explosões aéreas fazendo frente a novas ameaças contra as quais um engajamento era impossível anteriormente.  Automaticamente carregada, o canhão pode ser controlado à distância ou, como alternativa, localmente, capacitando o operador para enfrentar qualquer cenário.

Integração simples
 
Seu peso leve e seu tamanho compacto foram possibilitados por recursos inovadores que incluem o sistema de acionamento elétrico.  Além disso, apresenta uma arquitetura modular 100% digitalizada, o que lhe confere sinergias e flexibilidade futura.  Uma munição 3P programável necessita um menor número de tipos de munições, o que reduz transporte, armazenamento, peso e espaço.  Estes aspectos se associam, resultando em uma integração direta e um excelente custo-benefício.
 

MUNIÇÕES

A BAE Systems (e suas empresas estabelecidas) possui um excelente histórico de sucessos, em termos de suprimento de munições e transferência de tecnologia para a produção licenciada de munições pelas Forças Armadas Brasileiras

Projétil de 105 mm
Projétil de 105 mm
As Forças Armadas Brasileiras fabricam vários tipos de munições de 40 mm sob licença da BAE Systems desde a década de 40.  A Marinha Brasileira, por exemplo, foi uma das primeiras organizações a a obter licença para a fabricação do projétil 3P inteligente e programável de 40 mm, usado para múltiplas finalidades.
 
No início da década de 90, a BAE Systems transferiu pacotes de dados técnicos ao Brasil para a produção licenciada no País, de bombas de morteiros de 81 mm, munição de artilharia de 105 mm e munição para canhões navais de 4,5 polegadas.
 
Atualmente, a BAE Systems mantém negociações visando estender sua cooperação para fabricação de tipos mais novos de munições.